27 de maio de 2015



O QUE SÃO AS CARTAS DE CURA XAMÃNICAS?
As Cartas de Cura Xamãnicas (ou “Medicine Cards” no
original), são utilizadas até aos nossos dias pelas tribos índigenas
Norte‐Americanas, pelos seus Xamãs
(médico/curandeiro/orientador), numa perspectiva de cura e de
encontro com o ser interior de quem procura a sua ajuda. Numa
consulta com as cartas Xamãs o foco é colocado “dentro”, e não

“fora”da pessoa, numa perspectiva de crescimento interior.
Tenta‐se encontrar na pessoa aquilo que ela terá de alterar para
que o bloqueio seja resolvido, assumindo que todos nós estamos
a todo o momento a construir o nosso próprio “futuro”, e sendo
esse encontro connosco próprios parte fundamental da solução.


QUAL O CONCEITO BASE DAS CARTAS?

A base do conceito destas cartas encontra as suas raízes
no Xamânismo dos índios Norte‐americanos, segundo o qual
todos nós fazemos parte integrante da natureza e conservamos
dentro de nós as experiências vivenciadas noutras manifestações
da vida. Acredita‐se que todos nós temos a energia‐espirito de
um ou vários animais, que têm um papel de protetores e
guardiões. É também através da linguagem dos animais que as
cartas nos transmitem a sua sabedoria. Cada animal tem uma
mensagem a transmitir que muitas vezes nos escapa e que está
relacionada com a experiência de vida ou modo de estar desse
animal ( a “formiga” é considerada sinônimo de “paciência”,
o “cão” representa a “lealdade”, o “falcão” é o “mensageiro”,
etc).


QUE TIPO DE INFORMAÇÃO NOS PODEM TRANSMITIR?
1. Como determinada pessoa nos vê e o que é de esperar dela
em relação a nós
2. Como está encaminhada determinada situação e quais as
lições de vida presentes
3. Se o céu está de acordo com determinado projeto e o que
fazer para que seja bem sucedido
4. O que tenho de fazer para …
5. Quais os mecanismos inconscientes responsáveis por
determinado padrão – “raízes
6. O Totem dos 9 animais que nos protegem e
acompanham

Quer saber mais? 

Marque sua consulta.

nucleoalinkaruman@gmail.com
WhatsApp: (11) 99732-4326


Nenhum comentário:

Postar um comentário